Cresce pesquisa em farmacologia cardiovascular na Ufac
Acreaovivo.com
Tempestades
22°MIN 26°MAX
Rio Branco, AC

Quarta-Feira, 20 de Dezembro de 2017 às 10:52

COMUNICAR ERRO

Cresce pesquisa em farmacologia cardiovascular na Ufac

Um dos destaques do Laboratório de Pesquisa em Fisiofarmacologia (Lapffar) da Universidade Federal do Acre (Ufac) diz respeito aos estudos que envolvem a área do sistema cardiovascular. O avanço, testemunhado desde 2014, a partir da criação do Laboratório de Pesquisas em Farmacologia Cardiovascular, único da região amazônica, deve-se a aquisição de modernos equipamentos e equipe qualificada.

O investimento habilita a universidade a compartilhar pesquisas com outros laboratórios de investigação de atividades biológicas de substâncias disponíveis na região. “Laboratórios de outras universidades da Amazônia, que pesquisam efeitos e mecanismos de ação de drogas originárias de plantas medicinais e de secreções animais, incorporaram, em seu escopo, a participação do nosso laboratório, principalmente no sentido do fortalecimento intrínseco da pesquisa regional”, lembra Eduardo Andrade Gonçalves, professor do Centro de Ciências da Saúde e do Desporto.

Gonçalves é docente efetivo, atuando, hoje, em colaboração na execução dos projetos vigentes do laboratório. Ele é um dos membros da equipe com expertise adquirida por meio do plano estratégico de capacitação de vários alunos de iniciação científica e pós-graduação. Eles são treinados e aperfeiçoados em laboratórios e institutos parceiros integrados a universidades brasileiras de excelência.

“Minha tese de mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para Amazônia foi desenvolvida em parceria com a Universidade do Ceará”, conta. “Lá, além de poder dar sequência à parte da pesquisa que, à época, não podia ser desenvolvida aqui na Ufac, participei de treinamentos para, no retorno, tornar possível o desenvolvimento de outras pesquisas a partir da aquisição de novos equipamentos para o Lapffar.”

O laboratório tem apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre (Fapac), do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

“A Ufac oferece, hoje, as condições necessárias para o desenvolvimento de todas as etapas da pesquisa na área de farmacologia vascular, seja in vitro, trabalhando com determinados órgãos isolados, seja com o animal vivo”, diz Gonçalves. “Isso torna a pesquisa muito mais completa e interessante do ponto de vista de publicações científicas.”

Estudos

Efraim dos Santos Ferreira e Natacha Pinheiro Melo Brozzo, mestrandos do programa de pós-graduação em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia, aproveitam o laboratório para desenvolver seus estudos. Eles fazem do local sua segunda casa há um ano e nove meses, em busca de resultados. E sem sair do Acre, estão em fase de finalização da pesquisa que avalia o efeito vasorelaxante do jambu e do açafrão na aorta de ratos.

“De um lado, existe um conhecimento popular indicando essa ação das plantas. Do outro, pesquisas comprovando esse efeito hipotensor [diminuição da pressão]”, detalha Natacha. “A novidade da nossa pesquisa está em identificar as vias pelas quais são exercidos esses efeitos e o estudo com animais vivos.”

A base da pesquisa da dupla utiliza dados colhidos a partir de um equipamento importado da Espanha, chamado “banho de órgãos”, que é capaz de simular a condição corporal interna do animal.

“Utilizamos a aorta do rato isolada.  Mas antes de testar a planta, testamos algumas drogas clássicas que fazem aumentar a tensão nos anéis montados junto à cuba do equipamento, simulando uma hipertensão. Quando colocamos o extrato e essa tensão diminui, significa que há ali um efeito hipotensor, ou seja, de redução de pressão”, resume Ferreira.

Com todo o procedimento registrado por software responsável por captar todas e quaisquer variações de pressão sobre a artéria isolada do animal, chega a hora de realizar os mesmos testes, dessa vez com o animal vivo e utilizando um outro equipamento, também importado e único na região.

“Através desse equipamento, temos condições de verificar, em tempo real, a pressão arterial e a frequência cardíaca do animal. Nós infundimos o extrato que estamos trabalhando na veia femural do rato e já temos a resposta na hora”, explica Natacha. “Estamos finalizando a coleta dos dados e comprovando nossa hipótese, que é a de que, tanto o jambu quanto o açafrão, possuem vias farmacológicas de ação hipotensora.”

A expectativa dos pesquisadores é poder dar continuidade às pesquisas aqui em Rio Branco. O próximo passo seria, a partir da identificação da via farmacológica que age, isolar a substância e comprovar a ação hipotensora. “A partir daí teremos a chave para o desenvolvimento de, quem sabe, um novo fármaco. Mas isso requer mais pesquisa e tempo. Esse é nosso futuro”, finaliza Ferreira.

Tag's: Estudos, Pesquisa, Farmacologia cardiovascular, Ufac

Fonte: Ufac


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
FEIJO 16/01/2018 10:59

Policiais civis recuperarem duas motos furtadas em Feijó

Brasil 16/01/2018 10:58

Tremor de terra é registrado no Centro-Oeste de Minas

Polícia 16/01/2018 09:21

Criminosos invadem agência da Caixa Econômica e tentam explodir caixas eletrônicos

MANCIO LIMA 16/01/2018 09:19

Polícia Militar prende homem com arma de fogo em Mâncio Lima

Esportes 16/01/2018 08:58

Ronaldo Fenômeno pode disputar a presidência da CBF

Capital 16/01/2018 08:49

Prefeitura tem equipe reforçada e avança com serviço de tapa buracos

CRUZEIRO DO SUL 16/01/2018 08:47

Prédio está há mais de um ano esperando por inauguração, denuncia líder comunitário

Economia 16/01/2018 08:45

Petrobras bate recorde de produção, com 2,15 milhões de barris por dia

FEIJO 16/01/2018 08:28

Indígena é morta com facada na região do pescoço em Feijó

Capital 16/01/2018 08:10

Sine disponibiliza 12 vagas para Rio Branco nesta terça-feira, 16

Geral 16/01/2018 08:06

NOVELAS - Veja o que vai acontecer nesta terça-feira

Educação 15/01/2018 16:32

Ufac sedia Encontro Nacional de Ensino de Química

Educação 15/01/2018 16:05

Inscrições para o ProUni começam dia 6 de fevereiro

CRUZEIRO DO SUL 15/01/2018 16:02

Eletrobrás anuncia que energia está 100% restabelecida em Cruzeiro do Sul e municípios vizinhos

ACRELANDIA 15/01/2018 14:46

Réu preso em flagrante com 250 kg de pólvora é condenado a mais de quatro anos de reclusão

Polícia 15/01/2018 14:39

Governo anuncia troca de comando da Polícia Militar do Acre

Política 15/01/2018 14:33

Governo recorre ao Supremo contra decisão sobre privatização da Eletrobras

CRUZEIRO DO SUL 15/01/2018 10:34

Homem é encontrado morto com terçadada na cabeça no Ramal 2

CRUZEIRO DO SUL 15/01/2018 10:29

Corpo é enterrado por engano em Cruzeiro do Sul e família busca autorização para desenterrar

Polícia 15/01/2018 10:12

Duas mortes são registradas na madrugada desta segunda, na capital