Refrigerantes Quinari mais produtiva
Acreaovivo.com
Tempestades
24°MIN 31°MAX
Rio Branco, AC

Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2016 às 08:49

COMUNICAR ERRO

Refrigerantes Quinari mais produtiva

“Uma fábrica de refrigerantes no interior do Acre? Claro que vamos fechar”. Foi esse relato que a diretora administrativa da indústria Refrigerantes Quinari, Cristina Barros Costa Maia, ouviu de um auditor fiscal do Trabalho, que veio do Piauí para fazer uma fiscalização na empresa, que está localizada no município de Senador Guiomard. No entanto, o visitante se surpreendeu com a organização dos processos e acabou se tornando fã do produto. “Claro que sempre temos o que melhorar, mas ele gostou do que viu, e, desde aquele dia, o filho de um deles só toma Quinari”, ela comemora.   

Em virtude de sua boa reputação, a indústria Refrigerantes Quinari, fundada há 10 anos, foi contemplada pelo Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre (Sinpal) para participar do programa Brasil Mais Produtivo. O projeto é considerado audacioso, visando a elevar em até 20% sua produtividade. A iniciativa é do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Há aproximadamente um mês e meio, a indústria passa por uma consultoria do SENAI/AC, sob o comando da consultora de tecnologia Francieli Bender, do Instituto SENAI de Tecnologia, que observou a necessidade de automatizar um processo que vinha sendo feito manualmente.  Ao todo, serão três meses de acompanhamento, num total de 120h, entre estudo da situação, apresentação de propostas de melhoria, aplicação e monitoramento dos indicadores. A empresa produz, em média, 38 mil litros por dia. O objetivo é aumentar em 20% o volume de produção das garrafas de 250 ml, que é onde vêm acontecendo os atrasos.

De acordo com Bender, o programa vai intervir para reduzir o tempo de movimentação de trabalho e aumentar o fluxo de produção. “Geralmente, o empresário sabe qual é o problema, mas na correria do dia a dia não tem como parar para pensar, cronometrar o tempo, e não tem como arriscar fazer gastos na empresa sem saber se vai dar certo”, destaca. “Os próprios funcionários me deram várias dicas”, reconhece.

Motivação

Ela explica que são quatro indicadores a serem avaliados ao longo do processo: produtividade (relação do que foi produzido por algum dos recursos gastos ou hora/homem); movimentação (que implica desperdício de tempo); qualidade (percentual de peças refugadas no lote produzido); e o retorno do programa, que é medido no final, para saber em quantos meses ele “se paga”.  “A média de três meses de retorno é considerada boa. O valor do programa é de R$ 18 mil – sendo R$ 15 mil financiados pelo governo federal via parceiros, e R$ 3 mil é de contrapartida das empresas. Porém, no caso do Acre, é o Sinpal que está patrocinando essa contrapartida”, informa a consultora.

“Nunca tivemos esse tipo de consultoria antes, e estamos gostando muito. Quando os resultados aparecerem, então, vai ser melhor ainda. Nós tínhamos algumas ideias de melhoria, pois percebíamos essas dificuldades das paradas nas trocas de tamanhos de garrafas (de 2 litros para 250 ml), mas nunca tivemos uma orientação profissional de como fazer e colocar em prática”, agradece Cristina, que, aproveitando a passagem do projeto Caravana de Desenvolvimento do Sistema FIEAC, pelo município, neste mês, também incentivou os colaboradores a fazerem cursos profissionalizantes. “Isso os tem motivado e estimulado bastante. Sempre que tem cursos do tipo eu ofereço, e eles cobram, é muito bom”.

O programa Brasil Mais Produtivo foi lançado no estado oficialmente no dia 12 de agosto deste ano, juntamente com o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), pelo ministro da Indústria, Marcos Pereira, em solenidade realizada no auditório da FIEAC. A iniciativa prevê o investimento em quatro setores prioritários: alimentos e bebidas; metalmecânico; moveleiro; vestuário e calçados, sendo que o Acre foi contemplado no segmento de alimentos e bebidas. Até o momento, a Refrigerantes Quinari é a única representante do interior. Segundo Cristina Maia, a empresa abastece de Assis Brasil até Manuel Urbano, não alcançando Cruzeiro do Sul apenas por dificuldades de logística.

Tag's: Acre, Fieac, Refrigerantes, Quinari, Senador Guiomard, Indústrias, Empreendedorismo

Fonte: FIEAC


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Capital 09/12/2017 13:45

EMURB amplia volume de trabalho de manutenção viária em Rio Branco

Tecnologia 09/12/2017 08:06

14 truques infalíveis para salvar roupas e sapatos

Cultura 09/12/2017 08:03

Sesc lança edital de pauta para artes visuais em 2018

Política 09/12/2017 07:48

'Perseguição' a Lula mostra que direita 'não tem candidato', diz Dilma

Capital 09/12/2017 07:44

Sábado tem campanha vacinação antirrábica nos bairros da Baixada

Brasil 09/12/2017 07:42

Inspeção veicular será obrigatória no país todo até o final de 2019

Capital 09/12/2017 07:37

Professores municipais de Rio Branco aprovam proposta de PCCR e adicional

Geral 09/12/2017 07:33

NOVELAS - Veja o que vai acontecer neste sábado

Colunistas 08/12/2017 20:20

Jornalismo é uma doença – Por Jannice Dantas

CRUZEIRO DO SUL 08/12/2017 16:14

Após fazer buraco em cela, detentos tentam fugir do Presídio Manoel Nery

Capital 08/12/2017 16:05

Obra do Centro de Iniciação ao Esporte Olímpico na Baixada está em fase de conclusão

XAPURI 08/12/2017 15:34

Comissão Agrária discute em Xapuri fortalecimento das cadeias produtivas

Brasil 08/12/2017 15:20

Conheça Tifanny, a 1ª trans brasileira a disputar a Superliga feminina

Polícia 08/12/2017 11:37

Operação prende dez pessoas por envolvimento em diversos crimes no AC

Acre 08/12/2017 11:17

No AC, mais de 5 mil contribuintes terão direito à restituição do IRPF

Colunistas 08/12/2017 09:40

Orai pelos obsessores e obsidiados – Por Vera Bestene

ASSIS BRASIL 08/12/2017 09:37

Famílias que invadiram casas populares devem desocupar imóveis em Assis Brasil

Brasil 08/12/2017 09:18

Busca por voos para Rússia cresce 318% no Brasil

CRUZEIRO DO SUL 08/12/2017 09:13

Prefeitura de Cruzeiro do Sul atrasa salário de novembro de nomeados e provisórios

Educação 08/12/2017 09:09

Rio Branco é a 3ª capital em oportunidades em educação